Value For Money vs Bolsa DOP Vinhos Porto Douro

quinta-feira, 15 fevereiro, 2018, 10:51


Enquadramento

Desde 1756 que a Região do Douro é reconhecida como a primeira região vitivinícola demarcada do mundo e com a singularidade de produzir dois tipos distintos de vinhos, de nível mundial, que representam as DOP Porto e DOP Douro cada uma com as suas caraterísticas e categorias certificadas pelo IVDP.


Potencial
Produtores registados para a DOP Porto (127) e para a DOP Douro (418) ou para ambas, propõem um portefólio total de 1900 referências, comercializadas para cerca de 103 mercados. O volume de negócios anual evoluiu até aos 516 M€ (IVDP, 2016), na origem, repartido por 374 M€ na DOP Porto e 142 M€ na DOP Douro.


Problema

Históricos de desenvolvimento de produto e de comercialização diferentes para as duas DOP, encontram-se na mesma cadeia de valor, cristalizada para uns e inacessível para outros. Aí perdem-se oportunidades de negociação de um maior quantitativo, com um maior intervalo de preços, contrariando a concentração em Mercados e Traders, Produtores e Referências.


Solução Global

Em 2017, com o sistema da iNTELLIGENT TRADE AGENCY, as duas DOP mergulham na nova economia (4.0), a qual exige informação, tecnologia e comunicação partilhadas, para uma efetiva valorização destas no mercado global e só possível através da abertura mundial da Bolsa DOP Vinhos Porto Douro.


Alterações com a solução

Concretizada a “proximidade” da oferta e da procura pelo conhecimento mútuo entre os Produtores e suas referências e os Traders e seus mercados, estão favorecidas as decisões e as ordens de compra e venda online (OCVO) via Bolsa DOP, em quantidade, e em valor num crescente “win -win”.


Outlook

A Bolsa DOP Vinhos Porto Douro como nova cadeia de valor e a gestão estratégica do mercado global como nova capacidade, dão à oferta e à procura a possibilidade de satisfação no critério “Value For Money”.